Tocha olímpica chega a Goiás e terá dia de aventura em cidades históricas

Passagem da flama por Corumbá e Pirenópolis inclui atrações como cachoeiras, rapel e arvorismo antes da chegada a Anápolis; Zezé di Camargo e Luciano vão conduzi-la

Após desembarcar no Brasil e percorrer pontos importantes do Distrito Federal no primeiro dia em solo nacional, nesta quarta-feira a tocha olímpica chega a Goiás. A passagem da flama por cidades histórias como Corumbá de Goiás e Pirenópolis prevê momentos de aventura, como visita a cachoeiras, rapel em paredões e arvorismo em locais de ecoturismo. No fim da tarde, o destino será Anápolis, onde o símbolo máximo dos Jogos Olímpicos passará a noite.

A rota do segundo dia de revezamento é de cerca de 280km e inclui alguns dos principais pontos turísticos de Goiás. Ao todo, serão 81 condutores divididos entre as três cidades, dentre eles os cantores sertanejos Zezé di Camargo e Luciano, nascidos em Pirenópolis.

Depois de deixar Brasília, a previsão é de que o comboio chegue à Corumbá no meio da manhã. Lá a tocha visitará a cachoeira Salto do Corumbá, que tem 70 metros de altura e uma formação de paredões de pedras. Na cidade, a decoração será com caraíba, flor típica do cerrado.

A segunda parada será em Pirenópolis. A cidade é uma das mais antigas do Centro-Oeste e tem seu conjunto urbanístico, paisagístico e histórico tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. A flama será conduzido por rapel na cachoeira do Abade. Em frente à Igreja da Matriz, haverá apresentação das tradicionais cavalhadas, uma representação de luta entre mouros e cristãos. O arvorismo será no Santuário de Vida Silvestre Vagafogo.

Em Anápolis, última cidade do segundo dia de tour pelo Brasil, a tocha será recebida por estudantes vestidos com as cores dos aros olímpicos e com salva de tiros de canhão em quatro pontos do percurso. A parada final na “Manchester goiana” – em alusão à característica industrial da região, também conhecida pelo polo farmacêutico – será o Parque Ipiranga.
Mais três dias de revezamento

Em Goiás, a tocha passará ainda por Itaberaí, Cidade de Goiás, Inhumas, Goiânia, Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Morrinhos, Caldas Novas, Pires do Rio, Ipameri e Goiandira nos dias seguintes. Depois ela segue para Minas Gerais.

Serão mais de 300 cidades em solo nacional até a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, no dia 5 de agosto, no Maracanã. Vão ser 12 mil condutores nos 95 dias de revezamento.

Fonte: Globo Esporte

Compartilhe....
Tweet about this on Twitter
Twitter
0Share on Facebook
Facebook
0Share on Google+
Google+
0Email this to someone
email

Vandin Duarte Autor

"Compartilhando os trem do Goianísmo para o mundo"

Faça seu comentário