Home / Esporte / Vila Nova 0 X 2 Goiás

Vila Nova 0 X 2 Goiás

PRIMEIRO JOGO ENTRE VILA NOVA X GOIÁS, POUCO COISA MUDOU, OU QUASE NADA MUDOU, GOIÁS VENCEU NOVAMENTE, E BRIGA ? SIM, SÓ QUE ENTRE AS TORCIDAS ORGANIZADAS DO VILA NOVA.

_DSC0679

Goiás e Vila Nova se enfrentaram no Serra Dourada
Domingo (31) Vila Nova e Goiás comeraçaram seus trabalhos em 2016 e jogaram pela 1ª rodada do Campeonato Goiano. Apos dois anos, os times voltaram a protagonizar o maior clássico do Centro-Oeste e melhor para o Verdão, que saiu vencedor. 2 a 0, com gols do volante Patrick e do atacante estreante Rafhael Lucas.

Em se tratando de Vila Nova pessimas notícias a batalha não ficou apenas no gramado. Mesmo com a presença de torcida única, as arquibancadas do Serra Dourada acabaram se tornando campo de batalha. Na reta final do primeiro tempo, logo após o segundo gol esmeraldino, a torcida colorada brigou entre si e o confronto só foi totalmente contido no intervalo da partida.

1°Tempo
Após dois anos sem se enfretarem era mais do que um ingrediente para o encontro das esquipes em 2016. O Goiás aos seis minutos deu seu cartão de visitas, Juninho cruzou rasteiro na boca do gol, Rafhael Lucas se posicionou dentro da pequena área mas desviou apenas de raspão e a bola passou em frente à meta. Logo apos Carlos recebeu da entrada da área com liberdade e bateu para o gol, Paulo Vitor se atirou na bola e impediu a finalização.

Vila Nova nervoso e sem reação a pressão do Verdao, não conseguia se encontrar e com isso permitiu o crescimento do Goiás. O Goias teve outra chance de abrir o placar. Wagner pela lateral do campo dava sinal que seria o maior tormento para a defesa do Vila, avançou sozinho e, de frente com Edson, bateu com força para uma boa defesa do goleiro. Aos 15 O Vila teve sua primeira chance aos 15, com Fernando Neto bateu falta perto da meia-lua e a bola raspou a trave de Renan.

Aos 21 minutos, depois de três boas chances, o Goiás abriu o placar. Bola levantada na entrada da área colorada, Patrick aproveitou a bola perdida e mandou rasteiro para o gol. Edson falhou ao demorar cair na bola. 1×0. O Tigrão tentou não se abater , mas não adiantou muito, tentou ir pra cima, sem muita objetividade.

Goleiro Renan fez duas grandes defesas em sequência. No escanteio , Róbston subiu entre a zaga, cabeceou com força e Renan, no reflexo, espalmou. Na volta do lance, Douglas Assis subiu novamente e deu outra “pancada” com a cabeça, outra defesa maravilhosal. Após esse lance, O verdão conseguiu ampliar antes do intervalo, aos 45 patrick cruzou e, Wagener so escorou para Raphael lucas mandar de primeira, decretando assim, o segundo gol do Goiás.

_DSC0632

2°Tempo
Com dois Gols de vantagens o Goias somente administrou o 2ºtempo, VILA NOVA SEM MUITA VONTADE, QUASE NÃO AGREDIU o gol esmeraldino na etapa final, um jogo monótomo, com poucas chances para ambas as equipes, somente ao 29 minutos, Daniel Carvalho, teve uma excelente chance de marcar, porem uma boa defesa do goleiro Edson do Vila.
Logo após essa jogada, mais uma vez, Daniel Carvalho.

Para o vila ao 35 Zotti, levantou a bola e o zagueiro Deivid, tentou tirar a bola e quase fez contra, boa defesa do Renan do Goias.

_DSC0557

O GOIÁS ENFRENTA NA PRÓXIMA RODADA A APARECIDENSE AS 19:30 DE QUARTA FEIRA NO ESTADIO HAILE PINHEIRO,E O VILA NOVA PEGA O ANÁPOLIS NO MESMO DIA AS 21:45.

Ao final do jogo, a torcida presente vaiou bastante a saída dos jogadores colorados de campo. Na próxima rodada, o Goiás encara a Aparecidense no estádio da Serrinha, às 19h30, enquanto o Vila Nova vai até Anápolis encarar o Anápolis, às 21h45.

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 31/01/2016
Horário: 17h
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino
Auxiliares: Fabrício Vilarinho e Alexandre Amaral
Público pagante: 8.874
Público presente: 9.787
Renda: 231.240 reais

Gols: Patrick 21’ 1T (0-1); Rafhael Lucas 45’ 1T (0-2)
Cartões amarelos: Victor Bolt, Vinícius Simon e Róbston (Vila); Juninho, Rafhael Lucas, Daniel Carvalho e Wesley Matos (Goiás)

VILA NOVA: Edson; Rhuan (Zotti), Vinícius Simon, Douglas Assis e Marinho Donizete; Paulo Vítor (Matheus Anderson), Róbston, Victor Bolt e Fernando Neto; Diego Cardoso (Dudu) e Frontini.
Técnico: Márcio Fernandes

GOIÁS: Renan; Suéliton, Wesley Matos, David Duarte e Juninho; Willian, Patrick, Wagner e Daniel Carvalho (Murilo); Carlos Eduardo (Liniker) e Raphael Lucas (Alex Alves).
Técnico: Enderson Moreira

eliasPor: Elias luiz

Enquanto isso...

Basquete goiano no pódio do JUBs

Time masculino conquistou ouro e feminino conquista prata. Com o resultado, os dois sobem para …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *