Home / Notícias / Cartaz sobre furto de papel higiênico causa polêmica em secretaria de GO

Cartaz sobre furto de papel higiênico causa polêmica em secretaria de GO

Comunicado em banheiro alerta que ‘subtração de coisa alheia é crime’.
Sindicato criticou atitude e postou a mensagem na web: ‘Julgamento prévio’.

papelH

Um comunicado afixado nas paredes dos banheiros da Secretaria de Estado da Casa Civil, em Goiânia, causou polêmica no órgão. O texto alerta aos servidores que o furto de papel higiênico é crime.
“O servidor público responde civil e criminalmente pelos danos causados à administração, assim, embora pareça insignificante, a subtração de coisa alheia, no caso papel higiênico, constitui crime”, diz o cartaz.
O Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Goiás (Sindipúblico) criticou o comunicado, além de compartilhá-lo em redes sociais.

De acordo com o presidente, Thiago Vilar, a mensagem se trata de um “julgamento prévio” dos servidores, o que é “desnecessário e injusto”.

 

Vilar pondera que o local é público e, por isso, frequentado por outras pessoas. “Pegaram os primeiros que viram para colocar a culpa. É um absurdo afixar um papel desses sem apurar quem está cometendo e responsabilizar toda uma categoria”, disse o presidente ao G1.
O sindicato compartilhou a imagem do comunicado nas redes sociais na terça-feira (18). Segundo Vilar, no mesmo dia, os comunicados foram retirados dos banheiros: “Foi desrespeitoso e a gente publicou na internet para tornar público o que o Estado está fazendo. Esta é a melhor maneira para divulgar”.

Em nota, o gerente de Gestão, Planejamento, Suprimentos e Logística da Secretaria de Estado da Casa Civil, Wedson Mendes Ferreira, informou que a intenção era “alertar para o uso racional do papel higiênico, também por parte de visitantes”. Por isso, para ele, “não houve o propósito de constranger os servidores da secretaria”.

papelHS

QUE MERDA HEIM…TÁ FÁCIL PRA NINGUÉM!

Enquanto isso...

10 clientes Bretas serão premiados com salário de 2 mil por mês durante um ano

Além disso, outros 10 poderão ganhar mil reais em compras por 12 meses Neste Natal, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *