Home / Notícias / Uber começa busca por motoristas para atuar em Goiânia

Uber começa busca por motoristas para atuar em Goiânia

Promessa é de R$ 400 por motorista indicado. Também há bônus de R$ 100

uber

Sete meses depois do cadastro aberto para parceiros em Goiânia, O HOJE noticiou em junho de 2015, o Uber- aplicativo que conecta passageiros a motoristas– propõe gratificação para pessoas que indicarem terceiros interessados em trabalhar com a empresa. Quem se cadastrou na época como candidato a motorista está recebendo mensagens oferecendo uma gratificação de R$ 400 por indicação. O benefício é pago assim que o indicado completar 20 viagens, assegura a empresa. O novo parceiro ainda ganha um bônus de R$ 100.

O e-mail que traz a mensagem ainda complementa que a capital receberá sessões de informação e ativação nas próximas semanas. No texto que oferece a gratificação é enviado um código de acesso para que o candidato indicado se identifique proporcionando o pagamento. Na semana passada, foram realizadas três sessões informativas da novidade.

No site da empresa, a informação é que o pagamento pelas corridas é feito dentro de sete dias, sendo que 75% são para o motorista e os 25% restantes ficam com a empresa para manutenção da estrutura do serviço. Para se cadastrar no serviço UberX, o interessado precisa possuir um carro com ano igual ou maior que 2008 com quatro portas e ar-condicionado, no entanto, no site da Uber há uma lista dos veículos permitidos e a informação de que não há restrição de cor.

O Hoje perguntou quantos motoristas a empresa deseja cadastrar em Goiânia, mas assessoria de imprensa respondeu apenas que avalia a possibilidade de implantação do serviço na capital, o que “inclui buscar talentos”.

Podem se cadastrar motoristas que tenham mais de 21 anos, CNH com anotação de que o condutor exerce atividade remunerada e veículos nas condições exigidas pela Uber. Também é exigido certificado de nada consta do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO).

Motoristas auxiliares de táxi, os que não têm permissão e pagam diária de veículos para trabalhar atualmente, têm se cadastrado na nova plataforma. Pelo menos 50 deles estiveram em uma das seções promovidas pelo Uber na última semana.

SMT

Em agosto do ano passado, o vereador Carlos Soares, apresentou projeto de lei que exige a instalação de unidades regionais e abertura de CNPJ para os aplicativos de táxi que quiserem atuar em Goiânia. No entanto, a proposta não avançou e permanece na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Na semana passada, a coluna Xadrez de O HOJE adiantou que o secretário de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Andrey Azeredo, pretende regulamentar os aplicativos. Ontem, a reportagem procurou Andrey, mas a assessoria de imprensa da secretaria informou que ele está de férias e o assunto ainda está em discussão na pasta. Portanto, não há data prevista para apresentação do projeto ao prefeito Paulo Garcia.

Sindicato diz que não é contra a utilização de aplicativos

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Goiânia (Sinditáxi), Silone Pacheco, afirmou ontem que não é contra os aplicativos de táxi, nem mesmo o Uber. “Nós temos uma lei municipal que fala que o transporte remunerado sem regulamentação é considerado clandestino, e então nós vamos debater essa questão com a prefeitura, SMT e Secretaria de Fiscalização (Sefis), cobraremos uma posição quanto a isso”, ressalva.

Apesar de se mostrar aberto ao diálogo, Silone deixou claro que os taxistas pagam muito imposto, ele afirmou que os taxistas recolheram, em 2015, mais de R$ 1 milhão em impostos para a administração municipal e é preciso haver critérios na regulamentação de novos serviços.

Melhoria

O presidente reconheceu que os aplicativos utilizados pelos taxistas como Easy Táxi e similares têm proporcionado mais qualidade no serviço, mas é preciso avançar. “Estamos vendo que temos que melhorar cada dia mais. A exemplo de São Paulo, é importante o taxista trabalhar de social, limpinho, arrumado, ter um carregador de equipamentos eletrônicos. Somos a favor da padronização”, reforçou.

Está marcada para hoje, às 16h, uma reunião na Câmara Municipal para tratar do assunto com representantes dos taxistas e o presidente da Casa, Anselmo Pereira (PSDB).

Enquanto isso...

Em área vip, ex-BBB Emilly Araújo grita ‘pobre’ e ‘eu sou rica’ para plateia

Vídeo que vazou na internet mostra a ex-BBB, campeã da 17ª edição do reality show …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *