Saúde

Estes alimentos da “dieta amazônica” ajudam a envelhecer com energia e vitalidade

Muito se fala sobre os benefícios para a saúde e o emagrecimento da dieta mediterrânea, que prioriza o consumo de alimentos naturais e deixa de lado a tradicional contagem de calorias. Poucas pessoas, no entanto, sabem que um cardápio brasileiríssimo pode também garantir vitalidade e longevidade: a dieta amazônica.

O que é a dieta amazônica

dieta amazônica não é um tipo de regime específico, com cardápio fixo e quantidades planejadas, mas sim um plano alimentar baseado em comidas encontradas e muito consumidas na região.

guarana semente po 0816 400x800

A ideia vem do livro “Dieta Amazônica”, de autoria dos pesquisadores brasileiros Euler Ribeiro e Ivana Cruz, e é o resultado de um estudo acadêmico feito na região do Baixo Amazonas, mais precisamente no Município de Maués, onde, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 1% da sua população tem idade igual ou superior a 80 anos, caso considerado raro no Brasil.

Durante o trabalho científico, os autores buscaram compreender as causas da longevidade do povo da região e constataram menor frequência de doenças como o diabetes, hipertensão, doenças cardiovasculares e câncer nos habitantes idosos. Conheça alguns dos alimentos tipicamente brasileiros que deveriam estar presentes no cardápio de quem deseja viver mais e melhor:

Alimentos da dieta amazônica

manjar de acai 017 400x800
BRASIL2/ISTOCK

Açaí: boa fonte de fibras, vitamina E, minerais e antioxidante, o alimento é conhecido por combater ao colesterol alto, evitar anemia, Alzheimer e doenças cardiovasculares. Além disso, a fruta tem sido considerada uma aliada contra o câncer. E, ao contrário do que muita gente imagina, ele pode sim ajudar a emagrecer.

Guaraná: boa fonte de minerais importantes como ferro, fósforo, magnésio, potássio e cálcio, o alimento, mais facilmente encontrado em pó, fortalece o sistema imunológico, ajuda a combater os radicais livres que provocam envelhecimento precoce e estão associados ao desenvolvimento de tumores, favorece a circulação sanguínea, entre vários outros benefícios.

castanha do para 0119 400x800

Castanha-do-Pará: fruto de uma grande castanheira, árvore nativa da Floresta Amazônica, é uma oleaginosa rica em nutrientes, vitaminas e selênio que protegem a saúde, combatem doenças, além de ser uma excelente aliada de quem quer perder peso por garantir saciedade.

Mandioca: assim como outras raízes, como batata doce e inhame, é considerada um carboidrato com baixo índice glicêmico, ou seja, menos calórico, que se transforma aos poucos em energia para o corpo. A mandioca possui, ainda, um alto de teor de fibras, o que contribui com a sensação de saciedade e o bom funcionamento do intestino.

pupunha palmito planta 0119 400x800
DIOIMAGENS/SHUTTERSTOCK

Pupunha: fruto da pupunheira, árvore nativa da região da Amazônia, o alimento possui alta concentração de carotenoides, substâncias ricas em antioxidantes e que estão associadas à prevenção de doenças degenerativas. Entre os benefícios da pupunha estão a manutenção da saúde da visão, fortalecimento do sistema autoimune e o desenvolvimento ósseo.

Jaraqui: o peixe amazônico é excelente fonte de minerais como cálcio, ferro e zinco, além de ser também rico em ômega-3, que ajuda a melhorar a fluidez do sangue, reduzir riscos de aterosclerose, diminuir níveis de colesterol ruim e até diminuir em 10% risco de morte por infarto.

Fonte: https://www.vix.com

Marajoara
Faça um comentário

Faça seu comentário

Recentes

To Top