Para prevenir surtos de gripe, vacina é indicada em qualquer época do ano

Especialistas sugerem imunização em qualquer época do ano

A campanha contra a gripe do Ministério da Saúde, promovida todo ano entre maio e junho, já acabou, mas o alerta continua para quem ainda não tomou a vacina. Segundo informações do próprio Ministério, neste ano, apenas no Distrito Federal, 22 pessoas já morreram de gripe. No Rio Grande do Sul foram mais de 30. A médica infectologista e sócia da clínica Vacina Express, Carolina Abrão, adverte que os riscos da doença são reais e que as pessoas precisam procurar a imunização anualmente.

Uma das maiores preocupações, tanto da Secretaria de Saúde quanto dos profissionais da área, é a baixa adesão à vacina em grupos de maior risco: Idosos, gestantes, crianças até cinco anos, indígenas e pessoas com doenças crônicas. Em Goiás, apenas três grupos atingiram a meta da imunização. Posteriormente, a vacina foi liberada para as pessoas que não fazem parte de nenhum dos grupos e, mesmo assim, a adesão foi abaixo do esperado. Atualmente, as vacinas se esgotaram no setor público.

A Drª Carolina avisa que a vacina é indicada a qualquer momento pra quem ainda não se vacinou. “Algumas pessoas encontram dificuldades e outros são despreocupados quando se trata de se vacinar contra a gripe. Porém, essa imunização garante uma importante proteção, além de diminuir a circulação do vírus, diminuindo os riscos de surtos e até mortes”, afirma.

O advogado Diego Amaral se vacina todo ano e garante que funciona. “Por garantia acho melhor me imunizar, pois trabalho em contato com muitas pessoas. A transmissão da gripe é muito fácil e ninguém gosta de ficar doente”, conta. Mesmo com a vacina, Diego diz, também, que se previne de todas as formas possíveis.

“O clima atípico, que tem estado mais frio e depois esquenta abruptamente, favorece a proliferação dos vírus, assim como aglomerações em ambientes fechados. É preciso manter boa alimentação, hidratação adequada, uso de agasalhos e regras de higiene, como lavar as mãos sempre que possível”, explica a médica. “Além disso, é preciso estar atento a sinais como febre, mal-estar, fadiga e dores pelo corpo. Logo no início dos sintomas, é preciso buscar ajuda médica”, conclui.

Vacina Express

Além de ser o primeiro centro de vacinas de Aparecida de Goiânia, localizado próximo ao Buriti Shopping, o Vacina Express é o único da região que possui equipamentos de última geração como, por exemplo, a câmara de conservação portátil que pode transporta vacinas para qualquer local e as câmaras frias que funcionam por até 72 horas sem energia e possuem um sistema que avisa por telefone caso algum problema de temperatura seja identificado. Vacinas da gripe estão disponíveis na clínica por um preço diferenciado.

Compartilhe....
Tweet about this on Twitter
Twitter
0Share on Facebook
Facebook
0Share on Google+
Google+
0Email this to someone
email

Vandin Duarte Autor

"Compartilhando os trem do Goianísmo para o mundo"

Faça seu comentário