Caiado garante “mão forte do governo no combate à criminalidade”


“Vamos mostrar para o país que, em Goiás, a tese de que ‘não vai dar em nada’ caiu por terra”, destaca governador durante instalação da 2ª Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e de Lavagem ou Ocultação de Bens, Direitos e Valores do Estado. Nova unidade auxiliará na redução da demanda que hoje chega a cerca de 1,8 mil processos paralisados

“Estou muito feliz com essa parceria e vamos mostrar para o país que, em Goiás, a tese de que ‘não vai dar em nada’ caiu por terra”, afirmou o governador Ronaldo Caiado durante instalação da 2ª Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa e de Lavagem ou Ocultação de Bens, Direitos e Valores do Estado, em Goiânia. A solenidade foi conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), desembargador Walter Carlos Lemes, no salão nobre da presidência, nesta segunda-feira (11/01).

“O Tribunal de Justiça cumpriu maravilhosamente bem a sua função”, disse Caiado, ao enfatizar o alto índice de resolução dos crimes em Goiás. “Para se ter uma ideia, nós não temos, em Goiânia, nenhum crime que não tenha sido solucionado. E todos em curto espaço de tempo.” No interior, o ritmo de trabalho também apresenta resultados céleres, o que demonstra, para o governador que, em breve, não haverá mais espaço para criminosos. “Onde tiver Estado de Goiás vai existir a mão forte do governo para combater a criminalidade”, assegurou Caiado.

Também presente ao evento, o secretário estadual de Segurança Pública, Rodney Miranda, ressaltou que a integração entre Governo de Goiás, Ministério Público e Poder Judiciário, é fundamental para “virar a página da impunidade”. “O Estado está presente, está forte e dando todas as respostas. A impunidade perdurou em Goiás por mais de 20 anos, antes da chegada do governador”, assinalou.

Anfitrião na solenidade, o desembargador Walter Carlos Lemes fez um balanço de sua gestão à frente do tribunal e relembrou o compromisso firmado para promover a harmonia entre os poderes. “Governador, prometi para vossa excelência que faria tudo para implementar a 2ª vara. A confiança do senhor em nosso trabalho nos inspirou a prosseguir dessa forma”, declarou.

Criada a partir da resolução nº 135, de 11 de novembro de 2020, do TJGO, a 2ª vara terá jurisdição em todo o território goiano e será chefiada pelo juiz Alessandro Pacheco, que assumirá como substituto até que seja realizado processo seletivo para provimento da titularidade da vaga.

Com a nova estrutura, a expectativa é reduzir em 25% o acervo das ações de improbidade administrativa e de crimes contra a administração pública. Ao todo, existem cerca de 1,8 mil processos paralisados.

De mãos dadas
Para a juíza auxiliar da presidência, Sirlei Martins da Costa, que contribuiu com a instalação da nova vara, as expectativas são altas. “Iremos progredir muito e espero que não demoremos para que tenhamos o terceiro juiz”, disse. Ao citar o secretário Rodney Miranda, Sirlei Martins elogiou os avanços obtidos na área. “A segurança pública em Goiás evoluiu tremendamente na parte que é de investigação, que desestrutura as organizações [criminosas], mas também no que tange à desorganização do crime a partir dos presídios”, ponderou a juíza.

O início desse trabalho se deu, segundo o procurador-geral de Justiça, Aylton Vechi, com a instalação da 1ª vara, chefiada pela juíza titular Placidina Pires. “Sabemos o quanto há de demanda represada e o quanto há ainda para ser enfrentado”, pontuou. “Mas a parceria entre os poderes Judiciário, Executivo e Ministério Público trará ainda mais resultados”, afirmou. “Teremos um esforço sinérgico das instituições favorecendo o combate a esse grande mal que assola toda a sociedade brasileira,” destacou.

Em seu discurso, a juíza Placidina agradeceu ao apoio do desembargador Walter Carlos Lemes no combate ao crime organizado, principalmente quando se trata dos que são chamados de “colarinho branco”. “Imbuído do mesmo propósito, o presidente teve coragem de, junto com o governador, Segurança Pública, Ministério Público, abraçar essa frente de trabalho. Há necessidade de mostrar que o crime organizado não violento também precisa de enfrentamento efetivo”, destacou. “Caso contrário, há impunidade, desvio de dinheiro e de verbas públicas, concluiu.”

Também participaram do evento o ouvidor do Poder Judiciário e presidente eleito, desembargador Carlos Alberto França; o defensor público-geral do Estado de Goiás, Domilson Rabelo da Silva Júnior; a presidente da Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego), Patrícia Carrijo; o diretor do Foro da comarca de Goiânia, juiz Paulo César Alves das Neves; o diretor-geral do TJGO, Rodrigo Leandro da Silva; o desembargador Anderson Máximo; e a advogada Anna Vitória Caiado.

Também estiveram presentes o comandante-geral da Polícia Militar, Renato Brum dos Santos; comandante do Corpo de Bombeiros do Estado de Goiás, coronel Esmeraldino Jacinto de Lemos; subcomandante-geral da Polícia Militar, coronel André Henrique Avelar de Souza; superintendente da Polícia Judiciária, delegada Renata Cheim; delegada-geral adjunta da Polícia Civil, Letícia Franco Araújo; presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia Civil de Goiás (Sindepol), Pedro Caires; o diretor-geral de Administração Penitenciária, Agnaldo Augusto da Cruz; delegados e servidores do Tribunal.

Fotos: Cristiano Borges e Wesley Costa


0 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments

comentarios

Share via
Escolha um formato
Questionário de personalidade
Série de perguntas que pretendem revelar algo sobre a personalidade
Quiz de curiosidades
Série de perguntas com respostas certas e erradas que visa verificar o conhecimento
Enquete
Votar para tomar decisões ou determinar opiniões
História
Texto formatado com incorporações e visuais
Lista
The Classic Internet Listicles
Contagem regressiva
As clássicas contagens regressivas da Internet
Lista aberta
Envie seu próprio item e vote para o melhor envio
Lista Classificada
Votar positivamente ou negativamente para decidir o melhor item da lista
Meme
Faça upload de suas próprias imagens para fazer memes personalizados
Vídeo
Incorporação no Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Incorporação de Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Foto ou GIF
Gif
Formato GIF