29/01/2021 às 15h57min - Atualizada em 29/01/2021 às 15h57min

Fiscais da Lei Seca acham bar clandestino atrás de loja de roupas em Goiânia

Local tinha cerca de 80 pessoas fazendo uso compartilhado de narguilé e sem cumprir distanciamento social Equipes da fiscalização de Goiânia encontraram um bar clandestino funcionando nos fundos de uma loja de roupas no Setor Marista, na capital. O flagrante foi feito na madrugada desta sexta-feira (29), durante o primeiro dia de vistoria do cumprimento do novo decreto de Lei Seca, que restringe abertura de lojas de conveniência, e distribuidoras de bebidas até as 20h; e de bares e restaurantes até as 23h. De acordo com o gerente de fiscalização da Agência Municipal de Meio Ambiente (Amma), Diego Moura, o caso foi descoberto após denúncia de que no local estaria acontecendo uma festa clandestina. Às equipes da Guarda Civil Metropolitana (GCM), os proprietários informaram que tratava-se de um aniversário. No entanto, ao adentrarem, a fiscalização constatou aglomeração de cerca de 80 pessoas em um espaço pequeno, fazendo uso compartilhado de narguilé. Também havia excesso de som, desrespeito ao distanciamento e outras irregularidades. De acordo com Diego Moura, as atividades foram encerradas e as pessoas convidadas a se retirarem. O responsável foi autuado e multado pela Vigilância Sanitária. “Acreditamos que com o fechamento dos bares, eles improvisaram esse local”, disse. 1º dia de fiscalização No primeiro dia de fiscalização, as equipes se concentraram entre os setores Bueno e Marista, além de bairros na região Sudoeste de Goiânia. Ao todo, 145 estabelecimentos foram vistoriados. Destes, 31 estavam funcionando em horário proibido e foram fechados. Segundo a Amma, 11 estabelecimentos foram multados. Fonte: Mais Goiás


Link
Tags »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.