31/03/2022 às 10h11min - Atualizada em 31/03/2022 às 10h11min

Prefeitura de Goiânia divulga lista com mais de 4,2 mil aprovadas na terceira etapa do Renda Família + Mulher, nesta quinta-feira (31/03)

Cartões serão distribuídos em encontros que vão acontecer em todas regiões da capital, no fim de abril.

Secretaria de Políticas para as Mulheres
Foto: Secom
Cronograma será divulgado em redes sociais. Lista das contempladas pode ser visualizada no site da prefeitura. “Transferência de renda é essencial para que elas consigam sustentar suas famílias”, afirma Rogério Cruz

A Prefeitura de Goiânia divulgou, nesta quinta-feira (31/03), lista com o nome de 4.273 mulheres que serão contempladas na terceira e penúltima etapa do programa Renda Família + Mulher. Todas elas vão receber seis parcelas de R$ 300, a serem pagas no dia 10 de cada mês. O projeto é coordenado pela Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres (SMPM), e se destina a atender famílias em situação de vulnerabilidade social. 

No total, mais de 8,6 mil mulheres já receberam o benefício. E, com a terceira etapa, esse número vai passar de 12,5 mil moradoras. De acordo com a prefeitura, as que se inscreverem até essa quinta-feira (31/03) ainda terão os seus cadastros analisados e estarão aptas a participar da última etapa do programa, em maio.

“A transferência de renda é essencial para que essas mulheres consigam sustentar suas famílias. Promovemos justiça social e devolvemos dignidade a mulheres em situação de vulnerabilidade”, afirma o prefeito Rogério Cruz.

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres explica que optou pela entrega direta do cartão à mulher por razões de segurança. Porque poderia haver casos, por exemplo, em que a pessoa contemplada mudou de endereço ou não estava em casa para recebê-lo - o que causaria o indeferimento da inscrição. O cartão só pode ser entregue à mulher que fez o cadastro. 

As inscrições para o programa Renda Família + Mulher terminam hoje (31/3), meia-noite. Só pessoas que moram em Goiânia podem receber o auxílio. O benefício será pago a mulheres que estiverem em, pelo menos, uma das seguintes situações:

• Perderam o emprego e renda
• Trabalhadoras informais, autônomas e microempreendedoras individuais
• Mulheres recém-saídas de abrigamentos
• Mulheres com medidas protetivas em situação de abrigamento
• Mães solo (inteiramente responsáveis pela criação dos filhos, sem ajuda do pai, a partir de 16 anos de idade)

Para a titular da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres, Tatiana Lemos, o benefício é uma conquista para as goianienses. “Infelizmente, durante a pandemia, as mulheres, maioria delas chefes de famílias, foram as primeiras a perderem seus empregos e muitas seguem com dificuldade de inserção no mercado de trabalho. Essa transferência de renda fará grande diferença na vida delas,” diz a secretária de Políticas para Mulheres, Tatiana Lemos.

A lista das mulheres contempladas nesta etapa pode ser visualizada no site: https://www.goiania.go.gov.br/renda-familia-mais-mulher/.

Para mais informações, as beneficiárias podem entrar em contato pelo direct do Instagram: @secretaria_mulher.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.