Enquantoissoemgoias.com Publicidade 1200x90
27/04/2022 às 20h25min - Atualizada em 27/04/2022 às 20h25min

Circuito das Cavalhadas 2022 começa em junho e vai percorrer 12 cidades

Calendário oficial foi lançado pelo Governo de Goiás durante a ExpoCavalhadas

Calendário oficial foi lançado pelo Governo de Goiás durante a ExpoCavalhadas, nesta quarta-feira (27/04), em Goiânia. Santa Cruz de Goiás e Posse serão os primeiros municípios na retomada dos festejos, após hiato de dois anos

As tradicionais celebrações das Cavalhadas em Goiás serão retomadas a partir do mês de junho, com apoio do Governo de Goiás, via Secretaria Estadual da Cultura (Secult). Com investimento de R$ 1,8 milhão do Tesouro Estadual, estão previstas encenações em 12 municípios entre os meses de junho e outubro deste ano. O calendário oficial foi divulgado durante a exposição ExpoCavalhadas, realizada nesta quarta-feira (27/04), em Goiânia, com a presença do governador Ronaldo Caiado.

“Isso é a nossa cultura. São eventos que a população ficou, infelizmente, impedida de ter acesso em decorrência da pandemia da Covid-19. Neste período demos assistência a todos os cavaleiros, fizemos repasses às organizações para que mantivessem a estrutura e as condições”, afirmou Caiado. “Com tudo isso, resgataremos cada vez mais o turismo e a presença das pessoas que querem conhecer as belezas de Goiás”.


De acordo com o calendário, as cidades de Santa Cruz de Goiás, Posse, Jaraguá, Pirenópolis, Palmeiras de Goiás, Hidrolina, São Francisco de Goiás e Crixás realizarão as Cavalhadas no mês de junho. Em Santa Terezinha de Goiás, a festa será no mês de julho. Já em Pilar de Goiás e Corumbá de Goiás, a batalha entre mouros e cristãos será encenada em setembro. A Cidade de Goiás fecha o circuito no mês de outubro. 

Segundo o secretário de Cultura, César Moura, o resgate de tradições é um compromisso do governo. Por isso, o número de cidades que receberão fomento é o maior da história: “Muita gente vai para a Europa assistir peças bicentenárias e nós temos aqui 12 cidades, cada uma com uma história mais linda”, ressaltou, ao convidar a população para participar da festa. Outra novidade é a inclusão de mais três cidades na programação de 2023: Niquelândia, Silvânia e Luziânia.  

“Onde tem tradição e cultura, o Governo de Goiás abraça”, garantiu o presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral. Segundo ele, os eventos são valorizados pela atual gestão por fazerem parte da construção humana do Estado e “isso a gente preserva muito bem”, acrescentou. “Vamos visitar essas cidades, conhecer, fazer turismo, movimentar a economia através de Cavalhadas”.

 

ExpoCavalhadas

Pela manhã, cavaleiros e mascarados saíram em cavalgada pelo centro de Goiânia. O governador Ronaldo Caiado participou do passeio, que marcou o início da exposição. Até o final do dia, participantes das Cavalhadas de Pirenópolis estarão na Praça Cívica para apresentar à população os objetos e indumentárias dos personagens mouros e cristãos. Também estão confirmados shows artísticos a partir das 18h.

“Junto com o apoio do Governo do Estado, que tem nos ajudado muito, poderemos retornar depois de dois anos. A gente vem preparando tudo. Tenho certeza que faremos uma bela festa”, projetou o Rei dos Mouros nas Cavalhadas de Pirenópolis, Inácio Rosicler de Pina, convidando para as festividades no município, entre os dias 5 e 7 de junho.

Tradição

As Cavalhadas são celebrações inspiradas nas heranças culturais de Portugal e da Espanha na Idade Média.

Elas começaram a ser representadas no Brasil no século XVI. Em Goiás, o primeiro registro é de 1751, na cidade de Santa Luzia (hoje Luziânia).

A festa une religiosidade e fé, cultura, turismo, economia e valorização do patrimônio imaterial do Estado, mobilizando os moradores locais e visitantes. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.
Enquantoissoemgoias.com Publicidade 1200x90