22/05/2022 às 20h26min - Atualizada em 22/05/2022 às 20h26min

Em Caldas Novas: dupla é presa suspeita de roubar mulheres após encontros por apps

Segundo a polícia, os homens roubaram entre 10 a 20 pessoas desde janeiro deste ano. Uma das vítimas teve cerca de R$ 2,1 mil de prejuízo.

Metrópoles

Suspeitos de roubar mulheres após marcarem encontros por aplicativo de relacionamentos, dois jovens foram presos na cidade de Caldas Novas, no sul de Goiás.

Segundo a Polícia Civil, Mateus Eduardo de Souza Barbosa, de 20 anos, e Rafael Cordeiro Nery, de 27 anos, roubaram entre 10 a 20 pessoas desde janeiro deste ano.

A dupla foi presa na última sexta-feira (29/5), na casa de Rafael. De acordo com a corporação, a residência era o local para onde as mulheres eram atraídas e roubadas, durante os encontros. Prejuízo Conforme a polícia, uma das mulheres teve cerca de R$ 2,1 mil de prejuízo. Nesse caso, segundo explicação da corporação, um dos jovens havia se anunciado como acompanhante em um site de encontros.

Após o contato da vítima, eles marcaram um encontro no local indicado pelo homem e, depois do início do programa, o outro rapaz teria entrado no quarto, agredido a mulher com socos e tapas, além de ter ameaçado com um canivete no pescoço.

Ainda durante as agressões, o suspeito teria exigido transferências bancárias por PIX, para a vítima.

 

Operação Don Ruan

Durante a ação, que recebeu o nome de Operação Don Ruan, o canivete utilizado no crime foi encontrado, bem como uma faca grande, duas máquinas de cartão, telefones celulares e uma porção de maconha. Durante o interrogatório, segundo a polícia, os rapazes contaram versões diferentes e um acusou o outro de idealizar os crimes.

Mateus confessou a prática e disse que começou os crimes em janeiro deste ano. Ao todo, ele roubou entre 10 e 20 pessoas. A polícia informou que ele também apontou Rafael como o idealizador das práticas e o responsável pelas agressões e ameaças às mulheres.

Já Rafael afirmou que Mateus quem o induzia aos crimes e quem atraía e ameaçava os clientes. O caso ainda está sendo investigado pela Polícia Civil e o inquérito deve ser concluído em breve. Os jovens foram encaminhados ao presídio de Caldas Novas. Eles devem responder pelo crime de roubo com emprego de arma branca.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.