04/06/2022 às 23h35min - Atualizada em 05/06/2022 às 00h00min

No Vaticano, Papa Francisco recebe crianças refugiadas da Ucrânia

No 101º dia da guerra, os militares da Ucrânia conseguiram retardar a movimentação das forças russas em uma região considerada estratégica. No Vaticano, de cadeira de rodas, Francisco conversou com crianças ucranianas.

G1 Brasil
https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2022/06/04/no-vaticano-papa-francisco-recebe-criancas-refugiadas-da-ucrania.ghtml

No 101º dia da guerra, os militares da Ucrânia conseguiram retardar a movimentação das forças russas em uma região considerada estratégica. No Vaticano, de cadeira de rodas, Francisco conversou com crianças ucranianas. No Vaticano, Papa Francisco recebe crianças refugiadas da Ucrânia
No 101º dia da guerra, os militares da Ucrânia conseguiram retardar a movimentação das forças russas em uma região considerada estratégica.
A Rússia avança, agora, mais lentamente. Os ucranianos reforçaram a contraofensiva. E em Severodonetsk, no leste do país, anunciaram ter recuperado 20% do território ocupado pelos russos. Mas reconheceram que podem manter esta vantagem por pouco tempo.

Moscou aumentou o contingente militar na área, para a grande batalha que está sendo travada lá. Local estratégico para o controle da região de Donbass.

Quatro combatentes estrangeiros, da legião de voluntários da defesa ucraniana, perderam a vida lutando.

A Otan anunciou que os seus exercícios militares anuais começam no domingo (5) e vão até o dia 17; 16 países, incluindo Suécia e Finlândia vão participar.
São mais de quatro mil homens envolvidos, 60 aviões e 40 navios.

Vladimir Putin disse que está considerando a possibilidade de desbloquear os portos de Mariupol e Berdyansk para a saída dos grãos ucranianos.
O presidente russo declarou que a situação vai piorar, porque os britânicos e os americanos aplicaram sanções contra os fertilizantes russos.

“A Rússia é um bode expiatório para a crise alimentar”, disse Putin.

Enquanto isso, no Vaticano, o Papa Francisco recebeu crianças ucranianas refugiadas na Itália.

De cadeira de rodas, e com dor no joelho, Francisco ganhou vários abraços. As crianças fizeram perguntas ao sumo pontífice. Principalmente sobre a fadiga de ser papa.

Também quiseram saber se ele vai a Kiev. Francisco respondeu que espera o momento oportuno. E que a viagem à Ucrânia está nos seus planos.

Fonte: https://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2022/06/04/no-vaticano-papa-francisco-recebe-criancas-refugiadas-da-ucrania.ghtml

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.