14/06/2022 às 11h59min - Atualizada em 14/06/2022 às 11h59min

Júri do caso Valério Luiz é novamente adiado após jurado passar mal

Nova sessão só será realizada em 5 de dezembro

A Redação

O julgamento dos acusados de assassinar o cronista esportivo Valério Luiz foi suspenso, na manhã desta terça-feira (14/6), após um jurado passar mal. Segundo o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJ-GO), o júri só será retomado no dia 5 de dezembro. 

O cronista esportivo foi morto a tiros em 5 de julho de 2012, quando saía do trabalho em uma rádio no Setor Serrinha, em Goiânia. Maurício Sampaio, então vice-presidente do Atlético-GO, é acusado de ser o mandante. Comentários negativos feitos por Valério Luiz em relação ao time e ao então vice-presidente do clube teriam motivado o homicídio. 

Os outros réus no processo são Ademá Figuerêdo Aguiar Filho, indiciado como autor dos disparos; e Urbano de Carvalho, Djalma Gomes da Silva e Marcus Vinícius Pereira Xavier, apontados como articuladores do assassinato.  
 
Quase 10 anos após o crime, e três adiamentos, o julgamento teve início na segunda-feira (13) com previsão de durar três dias. No primeiro, houve depoimento de quatro pessoas. Hoje, seriam ouvidas mais seis testemunhas, sendo uma de acusação e cinco de defesa. No entanto, o juiz Lourival Machado, que preside o júri, suspendeu a sessão após o eposódio de mal-estar de um dos jurados. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.