18/09/2022 às 19h41min - Atualizada em 18/09/2022 às 19h41min

Menino de 9 anos precisa de R$ 2 milhões para luta contra o câncer

Desde março deste ano, Jean Lucas Paes Lemes, de 9 anos, luta contra um câncer considerado agressivo, conhecido como Linfoma de Burkitt.

Jean Lucas, de 9 anos, luta contra o câncer desde março deste ano e precisa de R$ 2 milhões para tratamento no Estados Unidos.

Desde março deste ano, Jean Lucas Paes Lemes, de 9 anos, luta contra um câncer considerado agressivo, conhecido como Linfoma de Burkitt. Após cinco ciclos de quimioterapia e mais duas sessões de quimioterapia de resgate, os médicos perceberam que o tumor não seria destruído. Com isso, os profissionais da saúde concluíram que o menino de 9 anos precisa realizar um tratamento no exterior, chamado Car-T Cell. Silvio Eurico Paes Lemes Júnior, pai da criança, estima que, para isso, serão necessários R$ 2 milhões.

No dia 21 de março deste ano, Jean acordou passando mal, com dores no estômago e vomitando. Os pais o levaram a um pediatra, em Goiânia, onde logo foi internado. Durante a internação, o menino fez alguns exames, passou por três tomografias, realizou ressonância e uma cirurgia de biópsia. Dois depois depois, o câncer foi diagnosticado, mas os médicos não conseguiram especificar qual o tipo.

Depois disso, a família seguiu para Barretos – SP, em busca de um hospital oncológico de referência para continuar o diagnóstico. No dia 28, após uma nova biópsia, foi esclarecido que o tipo do câncer de Jean é chamado Linfoma de Burkitt, que está ligado a três órgãos vitais: intestino, baço e bexiga. O câncer é agressivo, de crescimento rápido e estava em estágio avançado. Dessa forma, deu-se início à quimioterapia, que não apresentou os resultados esperados. Assim, os médicos iniciaram a quimioterapia de resgaste, considerada mais forte. Os efeitos colaterais foram severos: perda de 20 kg, febre alta, vômito e a necessidade de receber plaquetas e bolsas de sangue.

“Os médicos falaram que é um câncer que a quantidade de célula dobra a cada 24 horas. Ele ficou internado 56 dias, 30 deles na UTI. Ele começou a fazer a quimioterapia ainda na UTI”, contou Silvio.

Um dos tratamentos mais avançados no combate ao câncer é o Car-T Cell, ainda muito novo no Brasil. O processo consiste em modificar as células de defesa do paciente em laboratório para que elas aprendam a combater o câncer e depois são recolocadas no organismo. Os médicos indicaram o início deste tratamento o mais rápido possível.

O pai do garoto estima que serão necessários R$ 2 milhões para a realização do tratamento nos Estados Unidos. A família está empenhada em juntar este dinheiro, amigos estão fazendo vaquinhas online e até os famosos, como Jorge e Mateus, já se juntaram para ajudar o menino Jean a realizar o procedimento.


O ex-jogador de futsal Falcão enviou uma camiseta autografa para Jean e outros artista estão unidos em colaboração para fazer um leilão para ajudar a família a alcançar o montante necessário. A família está grata e espera poder retribuir toda essa ajuda.

Jean e a família seguem confiantes. De acordo com Silvio, o garoto sempre foi muito maduro para a idade, que afirma: “eu não tenho medo”. No início do diagnóstico, Jean questionou o pai sobre o câncer e sobre a morte, que o tranquilizou dizendo que ainda não havia chegado a hora dele.

“Enquanto tiver 1% de chance, terei 100% de fé”, disse Silvio

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.