Enquantoissoemgoias.com Publicidade 1200x90
04/11/2022 às 23h27min - Atualizada em 05/11/2022 às 00h00min

O cuidado está no dia a dia e vai além das relações de família e de trabalho

Com uma câmera na mão, um jovem de Belo Horizonte revela belezas da favela onde mora. Em um banco de praça no Rio de Janeiro, a aula de graça não para de atrair alunos e novos professores.

G1 Brasil
https://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2022/11/04/o-cuidado-esta-no-dia-a-dia-e-vai-alem-das-relacoes-de-familia-e-de-trabalho.ghtml

Enquantoissoemgoias.com Publicidade 790x90


Com uma câmera na mão, um jovem de Belo Horizonte revela belezas da favela onde mora. Em um banco de praça no Rio de Janeiro, a aula de graça não para de atrair alunos e novos professores. Cuidar é um mundo de significados: tomar conta, tratar, refletir, prestar atenção, se prevenir, se preocupar. O Globo Repórter desta sexta (4) mostrou que cuidar vai muito além de uma relação de família ou de trabalho. É respeitar, ajudar, adotar, retribuir, revelar o que há de melhor nas pessoas.
Conhecemos, por exemplo, o José Luís de Oliveira. Ele, que nunca conheceu o pai, cuida de quase 200 crianças e adolescentes. O professor ensina futebol de graça em comunidade do Rio.
“Vale muito a pena cuidar porque é uma retribuição”, diz Zé Luís.

Professores voluntários ensinam alunos em praça na Zona Sul do Rio
Globo Repórter/ Reprodução
Ensinar também está na raiz do projeto “Adote 1 aluno”. Nele, professores voluntários ensinam alunos em praça na Zona Sul do Rio.
“Me apaixonei por ensinar”, conta Silvério Moron, criador do projeto.
Em março de 2020, quando foi paralisado por causa da pandemia, o projeto tinha atingido nove praças no Rio, duas em Niterói e uma em Cabo Frio. Havia 90 voluntários e 450 alunos. As aulas foram retomadas após 1 anos e 7 meses.
Globo Repórter fala sobre a importância de saber cuidar; assista
Em Minas Gerais, um jovem de favela em Belo Horizonte resgata a autoestima dos vizinhos. Para Rafael Freire, morador do Aglomerado da Serra, cuidar significa revelar o que há de melhor nas pessoas. O fotógrafo teve a ideia de usar flores em suas fotografias depois de ouvir de uma criança que não havia flores na comunidade.
Jovem de favela em BH resgata a autoestima dos vizinhos
Globo Repórter/ Reprodução
População idosa
Busca por bons cuidadores não para de crescer no Brasil. Segundo Daniel Groisman, pesquisador e professor da Fiocruz, país tem cerca de 32 milhões de pessoas idosas.
“Uma em cada seis dessas pessoas necessita de algum tipo de ajuda para suas atividades do dia a dia”, explica.
Uma rede formada na internet procura voluntários para cuidar de quem já cuida de alguém. O projeto “Conte comigo” une quem quer doar o tempo para quem já cuida de alguém. É levar afeto e alívio à rotina de cuidadores e ajuda tanto o paciente quanto a família.
Busca por bons cuidadores não para de crescer no Brasil
Globo Repórter/ reprodução
Refugiadas
Você sabia que mais de 5 mil pessoas já morreram na guerra da Rússia contra a Ucrânia até agora? Nove milhões de ucranianos deixaram o país; 400 vieram para o Brasil. Aqui, a brasileira Cauana Souza ensina português para ucranianas refugiadas.
“Não tem como eu não sentir a dor que elas sentem”, diz Cauana.
Brasileira ensina português para ucranianas refugiadas: ‘Não tem como eu não sentir a dor que elas sentem’
Globo Repórter/ Reprodução
O Globo Repórter mostrou que cuidar vai muito além de uma relação de família ou de trabalho
Globo Repórter/ Reprodução
O Globo Repórter mostrou que cuidar vai muito além de uma relação de família ou de trabalho
Globo Repórter/ Reprodução

Fonte: https://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2022/11/04/o-cuidado-esta-no-dia-a-dia-e-vai-alem-das-relacoes-de-familia-e-de-trabalho.ghtml

Enquantoissoemgoias.com Publicidade 790x90

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.
Enquantoissoemgoias.com Publicidade 1200x90