22/02/2023 às 16h38min - Atualizada em 22/02/2023 às 16h38min

Caso Juscelia: visita de marido à ferragista levanta suspeitas

Visita à loja de ferragens teria acontecido no setor Garavelo

https://www.dm.com.br/

A equipe de jornalismo investigativo da Jornal Diário da Manhã recebeu uma informação em condição de sigilo que levantou diversos questionamentos.

Segundo fontes, no dia do desaparecimento de Juscelia de Jesus Silva, ocorrido na terça-feira (14), seu esposo, Reginaldo Nunes de Moura, teria ido a uma ferragista no setor Garavelo. Embora a ida à loja de ferragens pudesse ser considerada normal, as circunstâncias suscitaram questionamentos.

Reginaldo teria dito que iria comprar ração animal e veneno para jogar no mato do seu quintal, mas pessoas próximas afirmam que o casal não tinha animais de estimação e que era Juscelia quem capinava o quintal.

Além disso, as fontes questionam por que Reginaldo teria comprado ração em uma ferragista a 14 minutos de distância de sua casa, quando há lojas de pet shop a apenas 4 minutos de sua casa.

Outro ponto intrigante é que, se era Juscelia quem cuidava do quintal, por que Reginaldo comprou veneno para matar o mato se Juscelia capinava o quintal com enxada? Apesar de Reginaldo não ter sido apontado como suspeito, ele continua desaparecido com o veículo de uma amiga da família.

O corpo de Juscelia foi encontrado envolto em uma lona preta, comumente usada em obras. O exame preliminar para determinar a causa da morte foi inconclusivo, impossibilitando, por enquanto, afirmar se Juscelia foi vítima de morte foi violenta ou por outras circunstâncias como por exemplo envenenamento.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.