Enquantoissoemgoias.com Publicidade 1200x90
28/02/2023 às 11h52min - Atualizada em 28/02/2023 às 11h52min

Camareira que finge ter leucemia arrecadou mais de R$ 30 mil em doações para suposto tratamento, diz polícia

Mulher teria usado dinheiro para comprar roupas e perfumes, embora afirmasse que a quantia era destinada à manutenção do suposto tratamento

Mais Goiás

Enquantoissoemgoias.com Publicidade 790x90

D.B.S., camareira de 26 anos, que é suspeita de fingir ter leucemia para aplicar golpes, afirmou à polícia que recebeu um diagnóstico da doença, mesmo sem apresentar laudos que a comprovem.

De acordo com o delegado Tibério Cardoso, a jovem teria recebido mais de R$ 27 mil através de transferências via PIX e aproximadamente R$ 4 mil em dinheiro. A quantia, segundo ela, foi destinada ao pagamento do suposto tratamento, em Pirenópolis.

Segundo o delegado, DBS acredita ter sido diagnosticada com leucemia, mesmo que não possua qualquer laudo médico que comprove a afirmação. Além disso, a jovem afirmou que não sente mais sintomas da doença desde que retornou ao Maranhão.

O investigador acrescentou que a camareira diz ter passado por um tratamento de quimioterapia no Hospital Araújo Jorge, em Goiânia. No entanto, o hospital informou que a jovem nunca foi paciente na unidade. Ela prestou depoimento na cidade de Pio XII, no Maranhão, onde está desde o final de janeiro deste ano.

Tibério pontuou também que o inquérito policial está próximo de ser concluído e a jovem pode ser indiciada por estelionato, com agravante devido à prática continuada do crime contra diversas vítimas. Embora D.B.S. tenha afirmado ter utilizado o dinheiro para comprar medicamentos, a investigação indica o contrário.

 

“Ela usava pra comprar roupas, perfumes e correlatos”, afirma o delegado.

Enquantoissoemgoias.com Publicidade 790x90


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.