Enquantoissoemgoias.com Publicidade 728x90
21/03/2023 às 14h58min - Atualizada em 21/03/2023 às 14h58min

Alunos do Colégio Simbios representam Goiás em etapa nacional do F1 in Schools

Valorizando o automobilismo, projeto internacional realizado pela própria Fórmula 1 reúne equipes de todo o Brasil para competir em uma pista de corrida em miniatura, com seu próprio protótipo de carro da categoria

Muito além de medalhas, prêmios e diplomas de participação, as olimpíadas do conhecimento promovidas nas escolas têm estimulado muitos jovens. Em formatos diversos, elas ajudam a despertar aptidões e descobertas no campo das ciências, matemática, novas tecnologias e muitas outras áreas do conhecimento. É um formato que também tem a capacidade de levar o nome de um Estado a níveis internacionais. E Goiás com sua liderança em Educação tem excelentes cases para compartilhar.

Um exemplo recente vem do Colégio Simbios, onde um grupo de alunos representam o estado na etapa nacional para escolas particulares do F1 in Schools, projeto realizado pela própria Fórmula 1. No dia 25 de março, a Scuderia Orion Racing, nome escolhido pela equipe goiana em homenagem a um prédio famoso da capital, estará em São Paulo para apresentar o seu protótipo de um carro de F1.

No grupo, formado por cinco alunos da terceira série do Ensino Médio mais um ex-aluno, agora estudante de Engenharia Civil, todos são apaixonados por automobilismo, e cada um assumiu uma função visando o sucesso na competição. Afinal, o objetivo não é “apenas” a criação de um veloz carro de Fórmula 1 em miniatura, é também uma preparação para o mundo profissional. Assim, os jovens competidores precisam pensar em marketing, patrocínio, plano de negócios e estratégias em mídias sociais, que levarão a apresentação de um trabalho consistente.

Na reta final para a competição, os estudantes estão confiantes na classificação para a etapa internacional do projeto. “Nossas expectativas estão nas alturas. Começamos o desafio como os favoritos entre os colégios particulares do país e, desde então, estamos trabalhando duro e a todo vapor para que tenhamos sucesso primeiramente na fase nacional, e então sermos convocados para a final internacional, o que acreditamos ser possível de alcançar”, avalia a líder do grupo, a aluna Maria Eduarda Santana, que deseja cursar engenharia mecânica, civil ou aeronáutica.

Inspiração e futuro
O grupo está abrindo caminhos para incentivar outros estudantes a participarem das próximas edições do F1 in Schools. São a primeira geração do Simbios a estar nesta competição. Além disso, com o projeto social que cada equipe precisa desenvolver de acordo com o regulamento, os jovens desejam reinserir o interesse pelo automobilismo na juventude atual e desmentir que o esporte morreu no Brasil. Outro foco é voltado às mulheres que, depois de anos, vêm sendo finalmente percebidas dentro do autoesporte. "Nossa ideia é oferecer instruções sobre mecânica e informações sobre as corridas para então extinguir a ideia de que esse mundo é exclusivamente dos homens", pontua Maria Eduarda.     
 
Apoio - a Scuderia Orion Racing vem trabalhando no projeto há mais de um ano. O apoio do Colégio Simbios, que tradicionalmente incentiva seus alunos a participarem de diferentes modalidades de Olimpíadas do Conhecimento ao longo do ano, tem sido fundamental para a entrega. Além de suporte em conhecimento, marketing e robótica, a escola tem intermediado o contato entre os alunos e possíveis patrocinadores, possibilitando a eles arcar com os custos do protótipo.

Segundo o Professor de Física e Coordenador de Olimpíadas do Colégio Simbios, Elton Pita, a participação nesse tipo de competição desenvolve uma infinidade de habilidades. Trabalhar em equipe, respeitar hierarquia, liderar e ser liderado, e especializar-se em resoluções de exercícios mais aprofundados são algumas delas.

“Essa olimpíada internacional organizada pela própria Fórmula 1 exige treinamento em softwares de engenharia mecânica, busca de patrocínios, logotipo próprio, controle de fluxo de caixa, divulgação em mídias e execução de projeto social. A equipe está de parabéns em todos esses processos e no cumprimento de todo o cronograma em busca da maior aceleração do minicarro numa pista de 20 metros. Estamos na torcida”, destaca Pita.
 
A Scuderia Orion Racing
- Maria Eduarda Santana, Líder (3ª série)
- João Lucas Cicatelli, Diretor de Mídias Digitais (3ª série)
- Guilherme Barsanulfo, Diretor de Marketing (3ª série)
- Caio de Araújo, Diretor Financeiro (3ª série)
- Ana Luiza Ferreira, Engenheira de Design (3ª série)
- Gabriel Bonadio, Engenheiro-Chefe (Cursando Engenharia Civil)

Sobre o Simbios
Com uma proposta educacional embasada na longa experiência de seus fundadores em sala de aula - Carla Borges, Valdir Faria, Walfredo Pereira e Adriano Medeiros - o Colégio Simbios foi fundado em 2011, em Goiânia. Hoje é referência no mercado pelo ensino de qualidade e pelos excelentes resultados em exames pré-vestibulares. Atestando a afirmação, é a instituição com o índice mais alto de aprovação no Centro-Oeste. Em 2022, ampliou sua atuação, proporcionando um ciclo de formação ainda mais completo por meio do Colégio Simbios Young, destinado à Educação Infantil e ao Ensino Fundamental.
 
O projeto pedagógico adotado prevê uma educação transformadora, o desenvolvimento de competências socioemocionais, bem como habilidades de relacionamento, autocontrole e responsabilidade na tomada de decisões. Entre os diferenciais, também está o ‘Programa de Inteligência Emocional’, destinado ao Ensino Médio, que oferece métodos de estudos e de planejamento, técnicas de relaxamento e meditação. No Ensino Fundamental destaca-se e o ‘Programa Socioemocional EDUCA21’, que auxilia o desenvolvimento da Inteligência Emocional a partir da discussão de temas importantes, como relacionamento interpessoal, bullying, entre outros, fundamentais na criação de pilares socioemocionais.


Link
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.