fbpx

Combate ao fogo na Chapada dos Veadeiros ganha importante ajuda


1
1 compartilhar, 1 ponto

Brigada Voluntária São Jorge foi criada depois do grande incêndio de 2017 na Chapada dos Veadeiros e recebeu a doação de 3 sopradores, que fazem o trabalho de 15 brigadistas, pela GEOLAB

O período sem chuvas e de baixíssima umidade no Centro-Oeste brasileiro chega e a preocupação com os incêndios florestais aumenta entre as pessoas que têm consciência dos prejuízos que eles provocam à fauna, flora, lavouras, instalações rurais e à qualidade do ar que respiramos. Uma das áreas de preservação mais afetadas em Goiás com esse tipo de ocorrência é o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, onde, em 2017, ocorreu o maior incêndio da história do parque e no seu entorno, consumindo mais de 65 mil hectares de Cerrado.

A tragédia tornou necessária a ação de um grande número de voluntários, moradores da região, que se uniram aos contingentes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio) e do Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PREVfogo) para enfrentar e controlar o incêndio. Outro grande incêndio começou na região, no início deste mês, na Fazenda Volta da Serra, onde está localizada a Cachoeira do Cordovil. Desta vez, graças ao uso de um equipamento específico, o soprador, o fogo foi controlado mais rapidamente, reduzindo a amplitude dos danos que certamente causaria se não houvesse o pronto e eficiente combate às chamas.

Alex Gomes da Silva, chefe da Brigada Voluntária São Jorge, morador do Distrito de São Jorge, na Chapada dos Veadeiros, município de Alto Paraíso (GO), explica que o equipamento tem desempenho equivalente a cinco pessoas utilizando abafadores comuns no combate ao fogo. No grande incêndio de 2017, os voluntários resolveram se organizar e, com a ajuda de amigos e voluntários de outras brigadas, conseguiram adquirir alguns equipamentos, como um soprador, três bombas costais e quatro abafadores. “Foi quando conhecemos o soprador e vimos que ele faz um trabalho muito eficiente, agilizando o combate”, diz.

Atenta a esse problema que a população da região enfrenta todos os anos, a GEOLAB, indústria farmacêutica goiana com sede em Anápolis (GO), adquiriu e doou à Brigada Voluntária São Jorge três novos sopradores. Os equipamentos não poderiam chegar em melhor hora, segundo o brigadista Alex Gomes, porque os contingentes de homens que atuam no combate ao fogo dos institutos ICMBio e PREVfogo foram significativamente reduzidos este ano, diminuindo a capacidade de enfrentamento ao fogo na região. “É como se ganhássemos 15 novos brigadistas”, afirma.

A Brigada São Jorge é um coletivo de 30 brigadistas formados e capacitados para o combate aos incêndios e todos trabalham com equipamentos de proteção individual (EPIs) para desenvolverem esse perigoso e imprescindível trabalho, de forma voluntária. “Estamos nos formalizando agora, mas a Associação de Moradores é nossa parceira, assim como a GEOLAB, que se mostrou parceira do Cerrado e da nossa Brigada. Em nome dos brigadistas, agradeço muito pela doação desses três sopradores, eles vão nos ajudar muito,” ressaltou.


Comments

comentarios

0 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Escolha um formato
Questionário de personalidade
Série de perguntas que pretendem revelar algo sobre a personalidade
Quiz de curiosidades
Série de perguntas com respostas certas e erradas que visa verificar o conhecimento
Enquete
Votar para tomar decisões ou determinar opiniões
História
Texto formatado com incorporações e visuais
Lista
The Classic Internet Listicles
Contagem regressiva
As clássicas contagens regressivas da Internet
Lista aberta
Envie seu próprio item e vote para o melhor envio
Lista Classificada
Votar positivamente ou negativamente para decidir o melhor item da lista
Meme
Faça upload de suas próprias imagens para fazer memes personalizados
Vídeo
Incorporação no Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Incorporação de Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Foto ou GIF
Gif
Formato GIF