Notícias

Consórcio é considerado uma das opções mais viáveis para aquisição de bens durante a pandemia

Atividade gera economia e possibilita melhores negociações. Em Goiânia, Cical aproveita novembro para lançar condições imperdíveis na Black Week Consórcio Cical

É fato que 2020 não tem sido um ano comum – a pandemia trouxe muitas incertezas, principalmente no âmbito financeiro. Neste cenário, compradores e investidores têm buscado alternativas para adquirir bens e serviços desejados, encontrando no consórcio uma opção financeira viável.

De acordo com a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC), a busca por consórcios bateu recordes em agosto, sendo este o mês com maior número de vendas dos últimos 15 anos. A atividade nada mais é do que a união de pessoas com o mesmo objetivo: formar uma poupança para a compra de bens móveis, imóveis e serviços. A dinâmica do se dá quando os consorciados, reunidos em grupo, contribuem com uma parcela destinada ao fundo comum para aquisição de um bem pré-estabelecido, como um carro, por exemplo.

A contemplação do consórcio é mensal, e pode acontecer por sorteio ou lance – no primeiro caso, o contemplado é sorteado para a liberação do crédito, e no segundo, o consorciado que faz a maior oferta em percentual em relação ao valor crédito é contemplado – sempre seguindo as premissas pré-estabelecidas no regulamento. Por isso, é uma escolha ideal para quem está planejando adquirir um bem futuro, com condições mais acessíveis e não quer pagar juros.

Ainda segundo a ABAC, os sete primeiros meses deste ano já movimentaram cerca de 75 bilhões de reais em contratos fechados, um crescimento de quase 2,5% em relação ao mesmo período em 2019. Essa crescente se deve principalmente ao fato de que o consórcio não incide juros, cobrando apenas uma taxa de administração que permanece a mesma durante todo o plano de participação. Para adquirir um carro via financiamento bancário, por exemplo, é possível que o consumidor pague até 40% a mais do valor que pagará em um consórcio.

Atualmente, em Goiás, as administradoras de consórcio se dividem em duas categorias, nacionais e regionais, tendo como principal diferença os serviços de pós-venda. Nas administradoras nacionais, todo o relacionamento com o cliente é feito por centrais de atendimento e tendem a aplicar taxas de administração superiores a 21%, enquanto nas administradoras regionais o atendimento é personalizado, de forma presencial e taxas muito mais atrativas que geraram uma enorme economia até o final do plano escolhido.

E é aproveitando o clima de promoções típicas do mês de novembro que a Cical Administradora de Consórcios, uma das empresas do Grupo Cical e único consórcio regional com 37 anos de experiência no mercado, está lançando Black Week Consórcio Cical, que acontece entre os dias 23 e 28 desse mês.

O consumidor terá acesso a taxas de administração do consórcio a partir de 0.2% ao mês, com oferta que prevê planos de pagamento em até 84x sem juros, e parcelas a partir de R$ 246,34 para motos e R$ 360,07 para carros. A Cical aceita ainda carros como oferta de lance, e o cliente ainda pode usar sua carta de consórcio para adquirir carros de até dez anos de uso, e motos até cinco anos de uso.

Além do consórcio Cical, a empresa traz o consórcio Chevrolet, que, embalando os descontos da Black Week, oferece a chance para o comprador ganhar a primeira parcela do consórcio de forma gratuita.

Saiba mais em: www.consorciocical.com.br

Faça um comentário

Faça seu comentário

To Top