Notícias

Em Goiânia, o Ministério Público quer acabar com as concessões dos Pit Dogs

Em resposta a uma ação do Ministério Público do Estadual que pede a anulação das concessões dos pit dogs de Goiânia, o SindiPit-dog (Sindicato dos Proprietários de Pit-Dogs, Lanches e Similares na Capital) reúne-se para formular uma proposta alternativa e menos radical à promotoria na manhã desta quarta-feira, às 8h30, na sede da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio). O Fecomércio fica na rua 19, no Centro.

O sindicato argumenta que a anulação compulsória das concessões provocará o desemprego de dez mil trabalhadores. O que o MP deseja é que novo processo licitatório seja aberto imediatamente. Ao todo, são cerca de 1,6 mil pit-dogs em funcionamento na Capital.

“Vamos propor ao Ministério Público, à Prefeitura e à Câmara de Goiânia a renovação das atuais permissões e a abertura de processo licitatório para novas concessões”, diz o presidente do SindPit-dog, Ademildo Godoy.

“O sustento de milhares de pais e mães de família está ameaçado pela ação civil pública. Queremos propor alternativas ao MP para que possamos assegurar os ganhos dos trabalhadores”, afirma Ademildo. “Os pit-dogs são parte da história gastronômica de Goiânia e servem a população com qualidade e preços baixos”, afirma.

Faça um comentário

Faça seu comentário

Empório
To Top