Notícias

Pix oferece vantagens, mas lojistas serão taxados nos pagamentos

Transferências entre pessoas jurídicas também serão cobradas

A partir deste mês o Pix já uma realidade no Brasil, que promete dar mais agilidade ao fluxo de caixa de comerciantes e empresas. É que as transações por essa opção são concluídas em até 10 segundos.

Uma outra vantagem é a disponibilidade: o Pix poderá será usado em qualquer dia e a qualquer horário, independentemente do dia da semana. Um grande atrativo para comércio e empreendedores, já que vai permitir transações bancárias em tempo real.

Mas, nem tudo são flores. É que lojistas serão taxados para receber os pagamentos e as transferências entre pessoas jurídicas também serão cobradas. Mas, de acordo com nova regulamentação do Banco Central, cada uma das instituições financeiras autorizadas a operar com o Pix poderá definir um valor que será cobrado do cliente, seja pessoa física ou jurídica.

Para a economista e assessora econômica da Fecomércio de São Paulo, Kelly Carvalho, essa liberdade de tarifação pode ser justamente o pulo do gato, porque vai permitir que empreendedores e empresários busquem por instituições que ofereçam as melhores taxas:

Mas calma, o preço cobrado pelo Pix promete ser mais barato do que os já praticados tradicionalmente em Docs e Teds nos principais bancos do país. E se você estiver se perguntando como o Pix vai funcionar, é fácil: você vai poder enviar dinheiro para uma outra conta cadastrada, seja jurídica ou física, informando apenas a chave fornecida pelo destinatário. Na hora de fazer o pagamento, você digita a chave e pronto! A operação será realizada sem nenhuma informação adicional.

Mas, caso você não queira digitar nada, ainda existe outra opção: o QR Code dinâmico, gerado exclusivamente para a transação do momento. Aqui, poderão ser incluídas informações como data de vencimento, multas, juros e até o site que redireciona o cliente para a página da nota fiscal.

A adesão ao Pix é opcional, mas como toda regra tem a sua exceção, as instituições financeiras com mais de 500 mil clientes serão obrigadas a se cadastras nessa nova modalidade.

Faça um comentário

Faça seu comentário

Empório
To Top