“Sou prefeito de Goiânia de fato”, diz Rogério Cruz sobre pedido de cassação


Gestor da capital deixará “justiça responder”

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz (Republicanos), foi pontual ao afirmar, em entrevista exclusiva ao jornal A Redação nesta quarta-feira (14/4), que deixará a justiça responder aos pedidos de cassação de sua chapa na capital. “Sou o prefeito de fato”, enfatizou, claro e objetivo.

Prefeito Rogério Cruz em entrevista exclusiva aos jornalistas João Unes e Théo Mariano no jornal A Redação / (Foto: Letícia Coqueiro/A Redação)
De acordo com Rogério Cruz, o advogado Bruno Pena é responsável por sua parte no embate jurídico que se projeta para as próximas semanas. “Deixa a justiça trabalhar e dizer quem está certo ou errado”, disse.
O imbróglio começa com as ações propostas pelo ex-vereador Paulo Daher (PMN). Ele pede a cassação do diploma do prefeito Rogério Cruz, além de alegar fraude eleitoral. A cúpula goianiense do PSD, partido do senador Vanderlan Cardoso, que foi o principal adversário da chapa encabeçada por Maguito Vilela nas eleições do ano passado, também discute o ingresso na ação do partido de Daher.
Em nota assinada pelo presidente metropolitano do PSD, o ex-deputado estadual Simeyzon Silveira, o partido informou que adiou para esta quarta-feira (14) a decisão sobre a entrada no processo contra o prefeito Rogério Cruz. O jornal A Redação fez contato com o líder do partido na capital, mas não obteve resposta sobre a posição final dos pessedistas.

Prefeito Rogério Cruz em entrevista exclusiva ao jornal A Redação / (Foto: Letícia Coqueiro/A Redação)

Paulo Daher protocolou as ações ainda em janeiro. A movimentação culminou, inclusive, em sua exoneração após recente nomeação, à época, para cargo de assessor especial no Governo de Goiás. No pedido judicial, o ex-vereador alega fraude eleitoral cometida pela chapa de Maguito Vilela por divulgar informações falsas sobre seu estado de saúde. Na ocasião, o emedebista estava internado em São Paulo para tratar sintomas decorrentes da covid-19. A outra ação, esta referente à diplomação e posse de Maguito, alega que o prefeito eleito em 2020 não tinha condições de elegibilidade.

Fonte: A Redação


0 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comments

comentarios

Share via
Escolha um formato
Questionário de personalidade
Série de perguntas que pretendem revelar algo sobre a personalidade
Quiz de curiosidades
Série de perguntas com respostas certas e erradas que visa verificar o conhecimento
Enquete
Votar para tomar decisões ou determinar opiniões
História
Texto formatado com incorporações e visuais
Lista
The Classic Internet Listicles
Contagem regressiva
As clássicas contagens regressivas da Internet
Lista aberta
Envie seu próprio item e vote para o melhor envio
Lista Classificada
Votar positivamente ou negativamente para decidir o melhor item da lista
Meme
Faça upload de suas próprias imagens para fazer memes personalizados
Vídeo
Incorporação no Youtube, Vimeo ou Vine
Áudio
Incorporação de Soundcloud ou Mixcloud
Imagem
Foto ou GIF
Gif
Formato GIF