Goiás recebe 65.500 doses da vacina AstraZeneca contra Covid-19


Doses serão destinadas aos profissionais de saúde do estado, seguindo determinação do Ministério da Saúde

O estado de Goiás recebeu 65.500 doses da vacina Oxford/AstraZeneca combate à Covid-19 para o combate à Covid-19. O imunizante é produzido em parceria com a Fundação Fiocruz e seu uso foi aprovado de forma emergencial pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) junto com a CoronaVac, que é utilizada no estado desde segunda-feira (18).

De acordo com o governador Ronaldo Caiado, as doses serão conferidas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) e encaminhadas imediatamente para às 18 regionais em todo o estado. A distribuição seguirá a mesma logística das doses da CoronaVac e serão enviadas por via terrestre ainda neste domingo. As exceções são as regionais de Posse e Campos Belos, que irão de avião por causa da distância.

Em entrevista coletiva, o governador Ronaldo Caiado ressaltou que essas doses serão destinadas aos profissionais de saúde, seguindo determinação do Ministério da Saúde. “Primeiro vamos imunizar os hospitais de campanha, depois todos os outros hospitais, depois as UPAs, Samu, UBSs, consultórios e laboratórios. Essa vacina não será feita aos idosos. Só autorizaram na cidade Manaus. O restante do Brasil ficou sendo obrigatória aos servidores da área da saúde”, disse Caiado.

Goiás recebe 65.500 doses da vacina AstraZeneca contra Covid-19

(Foto: Jucimar de Sousa / Mais Goiás)

O governador ressaltou também que mais 30 mil doses da CoronaVac devem chegar ao estado até quarta-feira (27) e que solicitou que a aplicação das próximas que chegarem possa se adequar a situação epidemiológica de cada estado. “Nós gostaríamos de ter iniciado (a vacinação) a partir dos 80 anos”, disse Caiado. “Mas a determinação do Ministério da Saúde foi específica. E aí você tem também as pessoas que atendem os hospitais em todos os níveis. Desde limpeza, vigilância, na maca, na higienização do hospital. Tudo isso entra nesse complexo de servidores de saúde”.

A vacina Oxford/AstraZeneca tem um calendário de vacinação diferente da CoronaVac e a segunda dose deve ser aplicada até 12 semanas (3 meses) depois da primeira. Por esse motivo, todas as doses dessa nova vacina serão aplicadas imediatamente. De acordo com o governador, a Fiocruz garantiu que os insumos chegarão e que as novas doses serão produzidas e enviadas dentro do prazo.

Menos doses do que o esperado

O número de doses destindas ao estado foi menor do que o anunciado (133 mil doses). O governador explicou que a mudança aconteceu por causa da mudança na metodologia que priorizou a imunização dos trabalhadores da saúde. Por esse motivo, foi feito um novo levantamento para atender ao público-alvo em questão.

“Esse levantamento chegou a 62.500 doses. Sempre vem um pouco mais de segurança, por isso vieram 65.500. É lógico que eu queria que viessem às 133 mil doses, cedendo 5% a Manaus, mas que pudéssemos estender para as pessoas com maior faixa de idade”, pontuou.

Ocupação dos leitos

Caiado afirmou também que a taxa de ocupação dos leitos tem aumentado nos últimos dias e que ele marcou uma reunião com os prefeitos para discutir a conscientização da população. Ele não descartou, entretanto, a possibilidade de novas medidas de isolamento.

“O que sentimos foi aumento que teve nos últimos dias. Isso tem nos preocupado muito. A transmissibilidade tem sido alta e a letalidade. Temos a preocupação com os finais de semana, eventos e conscientização da população. Nós estamos numa situação limite. O que não podemos é ter uma oscilação para mais. Em primeiro lugar o objetivo é salvar vidas. Não me omitirei em tomar qualquer medida, se necessário for”.

“O que eu farei agora é uma reunião com os senhores prefeitos”, continuou. “O que se pede é moderação, conscientização. Então não é aquela coisa de ‘fecha tudo’ ou ‘abre tudo’. Vamos manter uma cautela. A vacina já chegou, ela está aí. Minha reunião com os prefeitos será nesse objetivo”.


Like it? Share with your friends!

0 Comments

Faça seu comentário