10/02/2024 às 09h04min - Atualizada em 10/02/2024 às 09h04min

​Governo de Goiás inicia distribuição da vacina contra a dengue

Com 14.439 casos e 6 óbitos confirmados, doença preocupa autoridades sanitárias

Secretaria de Estado da Saúde – Governo de Goiás

Fotos: Iron Braz
O Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás, recebeu 72.818 doses da vacina contra a dengue (Qdenga) na última quinta-feira (8/02) e conclui a distribuição para as regionais de todas as doses na sexta-feira. Segundo orientação do Ministério da Saúde, neste primeiro momento serão atendidos 51 municípios goianos das regionais Central (26) e Centro-Sul (25). 

A faixa etária, que originalmente foi definida de 10 a 14 anos, foi restringida neste momento para 10 e 11 anos, em função do quantitativo reduzido de doses recebidas pelo Ministério da Saúde. A vacinação começa nos 51 municípios a partir da próxima quinta-feira, dia 15. 

O subsecretário de Vigilância e Atenção Integral à Saúde da SES-GO, Luciano de Moura Carvalho, reforça que, mesmo com a chegada das vacinas, os cuidados não devem parar. “Todas as novas estratégias são bem-vindas. É uma alegria receber as primeiras doses, mas precisamos ter em mente que o resultado da vacina é a médio e longo prazo, então não podemos descuidar das medidas de controle do vetor.”

Luciano de Moura reforça a importância do envolvimento da população no combate ao mosquito vetor da doença: “É imprescindível nesse momento um esforço para eliminar os criadouros do mosquito e ao sentir os primeiros sintomas, iniciar hidratação imediatamente e procurar atendimento médico.”  Goiás registra atualmente 14.439 casos confirmados, mais de 36 mil notificados e 6 óbitos confirmados. 

Estratégia
A estratégia, definida em conjunto com secretários municipais de saúde, a SES e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado de Goiás (Cosems) é que os 51 municípios iniciem ao mesmo tempo a vacinação para que não ocorra migração de pessoas de uma cidade para outra em busca da imunização. Além disso, alguns municípios ainda estão finalizando a capacitação das equipes para receber e utilizar a vacina. A Secretaria de Estado da Saúde espera receber mais 36 mil doses na próxima quarta-feira. 

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Flúvia Amorim, todas as decisões foram tomadas em conjunto. “Todas esses critérios foram elencados pelos municípios, discutidos e colocados em votação. Foi tudo consensual para que começássemos na quinta-feira. Inclusive muitos iniciarão a vacinação em escolas, que é uma orientação do Ministério da Saúde porque essa faixa etária está na escola e lá é possível acompanhar e dar seguimento à imunização, que tem duas doses.” 

Restrições
A recomendação é que gestantes, idosos e imunodeprimidos não devem tomar a vacina. Além disso, quem teve dengue há menos de seis meses também não deve se imunizar. O ideal, nesse caso, é esperar o prazo de seis meses para só depois procurar uma sala de vacina. 



 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.