Enquantoissoemgoias.com Publicidade 1200x90
04/07/2024 às 13h30min - Atualizada em 04/07/2024 às 13h30min

As festas juninas acabaram, mas você pode continuar degustando as delícias da época

Marajoara Laticínios disponibiliza receitas em seu canal no instagram

A festa junina é uma das celebrações mais aguardadas no ano pelos brasileiros. Segundo dados de um levantamento feito pelo Ministério do Turismo, mais de 21,6 milhões de pessoas devem curtir os tradicionais festejos pelo Brasil. E para diversificar o cardápio da festa, a Marajoara publicou uma série especial de vídeos com receitas de comidas típicas que aguçam o paladar.

As receitas também são uma oportunidade para aquecer a economia e gerar emprego e renda para milhares de brasileiros. No Nordeste, principal centro das tradições que compõem os festejos juninos, por lá são esperadas mais de 4 milhões de pessoas durante o período. Em Minas Gerais, o Governo estima movimentação turística de aproximadamente 3 milhões de pessoas, 20% a mais que em 2023, segundo dados do Observatório do Turismo.

Serão três receitas de pratos tradicionais com um toque especial em cada uma. As receitas de Arroz-doce 4 leites, Curau de milho com leite condensado e Pé de Moça estão sendo disponibilizadas semanalmente nos canais do Instagram da indústria de laticínios com mais de 35 anos de história em Goiás e atuação no Brasil. E para entrar ainda mais no clima, listamos as tradições por trás de cada prato:

Arroz-doce

Tão tradicional nestas festas quanto como sobremesa no nosso dia a dia, o arroz doce é uma receita que tem origem na Pérsia, onde o arroz cozido em leite era adoçado com mel e aromatizado com especiarias. De lá, teria sido levado para a Península Ibérica. No Brasil, o prato ganhou novos ingredientes, como o leite condensado e o doce de leite, o que fez a receita ganhar mais uma variação em cima da sua criação original.

Curau de milho com leite condensado

Tradicionalmente servido nas festas juninas, o Curau de Milho Verde é um clássico da culinária brasileira e tem origem indígena. É uma mistura de um pudim europeu e de uma bebida utilizada pelos índios Tupis que era servida em alguns rituais, e o nome vem do Tupi que significa mingau. A iguaria pode ser consumida o ano todo pela facilidade que temos de encontrar os ingredientes.

Pé de Moça 

Primo do pé-de-moloque, o pé-de-moça também é tradicional nas festas juninas. Não existem registros oficiais sobre como o doce de pé de moça surgiu. Entretanto, acredita-se que foi possivelmente com a produção de cana-de-açúcar no Brasil durante o século XVI. Além disso, é um doce extremamente popular nas regiões Nordeste e Sudeste. O pé de moça, é o oposto do seu “de moleque”, por ter em sua composição o leite condensado, e é justamente esse ingrediente que faz essa versão do doce ser macia como um firme brigadeiro.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.