26/09/2022 às 10h34min - Atualizada em 26/09/2022 às 10h34min

“Setembro Amarelo” é tema de concerto da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás

Obras de Mozart, Beethoven e Schubert, incluindo composições raramente tocadas no Brasil, são reunidas em concerto para celebrar a vida

A Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás (OSJG), que pertence aos Grupos Sinfônicos da EFG em Artes Basileu França, realiza nesta terça-feira (27/09) um concerto para contribuir na prevenção ao suicídio. A apresentação vai acontecer no Teatro Escola Basileu França, a partir das 20 horas. A entrada é franca, por ordem de chegada.
 
O espetáculo conta com a participação do maestro e violinista Alessandro Borgomanero. O convidado da OSJG nasceu em Roma e formou-se com o título de Mestre em 1992, na Universidade de Música Mozarteum, de Salzburg, na classe do violinista Ruggiero Ricci. Vive em Goiânia desde 1997, onde é professor de violino na Universidade Federal de Goiás (UFG). 
 
O concerto vai apresentar peças de Mozart, Beethoven e Schubert. As obras remetem a sentimentos e valores humanos como paz, fraternidade e respeito à cultura dos povos. Tudo com o objetivo de fazer o público refletir sobre o valor da vida. 
 
Na primeira parte do concerto serão executadas três obras para violino e orquestra, que são raramente tocadas no Brasil. Na segunda parte, duas obras orquestrais vão ser apresentadas: “Abertura Coriolano", de Beethoven, inspirada na tragédia homônima do poeta e dramaturgo vienense Heinrich J. von Collin, e “Sinfonia nº 40”, de Mozart .  
 
“Nós vamos ter esses três compositores - que são chamados a primeira escola de Viena. Eles compuseram as obras mais incríveis tanto para violino, quanto para orquestra. O público vai poder ver o que há de melhor na música de concerto”, destaca o maestro Alessandro Borgomanero. 
 
Segundo Borgomanero, a arte é um meio de ajudar as pessoas a saírem da depressão e do pensamento suicida. “Não é a única solução. Essa questão precisa ser tratada em vários campos, no campo da medicina, no campo da arte e no campo espiritual. Unindo todas essas áreas você consegue, justamente, ajudar uma pessoa que se encontra em estado avançado de depressão”, explica.  
 
Setembro Amarelo 
O suicídio é uma triste realidade que atinge o mundo todo e gera grandes prejuízos à sociedade. De acordo com a última pesquisa realizada pela Organização Mundial da Saúde - OMS, em 2019, são registrados mais de 700 mil suicídios anualmente em todo o mundo, sem contar com os episódios subnotificados. No Brasil, os registros se aproximam de 14 mil casos por ano, ou seja, em média 38 pessoas cometem suicídio por dia. 
 
“Atualmente, estamos vendo números alarmantes em vários países do mundo, principalmente depois desse período de pandemia, em que as pessoas tiveram que se isolar. Com isso, aumentaram muito os casos de depressão e problemas mentais. Com certeza pode contribuir um pouco para trazer alegria a todos com esse concerto”, finaliza o maestro. 
 
A EFG em Artes Basileu França é gerida pelo Centro de Educação Trabalho e Tecnologia da Universidade Federal de Goiás (CETT/UFG), mediante convênio firmado com a Secretaria de Desenvolvimento e Inovação (Sedi) em 2021.
 
Serviço
Assunto: “Setembro Amarelo” é tema de concerto da Orquestra Sinfônica Jovem de Goiás 
Quando: terça-feira (27/09) às 20h
Onde: Teatro Escola Basileu França (Av. Universitária, 1750, Setor Universitário - Goiânia-GO)
Entrada franca

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.