20/03/2023 às 12h50min - Atualizada em 20/03/2023 às 12h50min

Urgente: governo consegue barrar CPI do 8 de janeiro no Senado

Nove parlamentares retiraram seus nomes e apenas 15 reafirmaram o pedido de investigação dos atos antidemocráticos do início do ano

A CPI dos atos de 8 de janeiro  no Senado foi esvaziada após intensa mobilização do Palácio do Planalto. 

Os senadores tinham até sexta-feira última para confirmar ou não seu apoio à investigação. Mas apenas 15 parlamentares reafirmaram que querem a CPI. Ela precisava de pelo menos 27 assinaturas.


Como registramos, na lista dos parlamentares que voltaram a endossar a investigação está Alessandro Vieira (PSDB), Marcos do Val (Podemos) e Omar Aziz (PSD). 

Em contrapartida, nove senadores tiraram seus nomes, entre os quais: Humberto Costa (PT-PE), Leila Barros (PDT-DF), Fabiano Contarato (PT-ES) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP).


Outros senadores não retiraram seus nomes e resolveram ficar em cima do muro. Na prática, deixaram o assunto caducar. Entre eles, Jorge Kajuru, líder do PSB no Senado.

E assim a CPI dos atos de 8 de janeiro no Senado morreu.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.