26/01/2021 às 17h58min - Atualizada em 26/01/2021 às 17h58min

Caiado: 97% dos prefeitos são favoráveis à "Lei Seca" em Goiás

Decreto deve estabelecer norma a partir de 22h O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, afirmou que 97% dos prefeitos no Estado votaram a favor da chamada "Lei Seca". Em vista deste percentual, quase unânime, a nova medida deve começar nos próximos dias. O decreto estadual deve proibir o consumo de bebidas alcoólicas em bares e restaurantes a partir das 22 horas. A decisão foi anunciada na segunda-feira (25/1), durante uma reunião emergencial com prefeitos, parlamentares, empresários, sociedade civil e representantes de pastas do governo estadual. "Estamos antecipando um processo que poderá causar uma situação delicada, uma medida que anteceda este problema, porque esta segunda cepa tem se mostrando mais transmissível. Eu, como governador e médico, não posso esperar", afirma. A medida ocorre devido também ao número crescente de ocupação dos leitos no Estado. Na rede privada chega a 100% em uma parcela de hospitais que trata pacientes com a covid-19. Já na rede pública, a média atual está em 76%. "Está batendo no teto de 80%, então precisamos tomar providências agora", destaca Caiado. Fiscalização Com a nova regra, uma das medidas tomadas para conter este avanço e garantir a eficácia da "Lei Seca" será a fiscalização. "Acionei as polícias Militar e Civil para estarem junto e auxiliar os fiscais, monitorando os estabelecimentos que estiverem descumprindo a nova medida", destaca o governador. Em caso de descumprimento, os bares que estiverem vendendo bebida alcoólica após às 22 horas serão multados e, segundo Caiado, podem até mesmo perder seu alvará de funcionamento. Fonte: A Redação


Link
Tags »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://enquantoissoemgoias.com/.